terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Aos amigos do meu Blog

Olá amigos e amigas do meu blog!!

Quero desejar à todos um ótimo Natal, que ele seja cheio de amor, paz, realizações e carinho. Que 2014 seja repleto de coisas boas e o mais importante de tudo, SAÚDE sempre!

Esse ano foi muito gratificante pra mim, fiz muitas amizades, conversei com muitas pessoas, mesmo que virtualmente, me senti cercada de amigos e parceiros de uma luta que vale a pena ser vivida, nos tornamos pessoas melhores, mais fortes e nossa fé só tende a aumentar.Espero que possamos estar juntos em 2014, ajudando mais as pessoas, com os depoimentos carinhosos que todos têm deixado por aqui, sem vocês isso não seria possível!!

Quero deixar uma mensagem que fiz e publiquei no meu face e acho que irão gostar...

Beijos!!

 
   "Querido passado, decidi hj não pensar mais nas coisas que deixei de fazer, pq foram muito poucas, decidi não pensar mais nas pessoas que conheci e que me esqueceram.Decidi não olhar mais pra trás com tristeza e sim com alegria, pois tudo que tenho hj é melhor do que eu já tive!Pensei muito em vc, nas alegrias, nas tristezas, tive insônia por achar que podia ser diferente, mas passado é passado, não volta mais, até mesmo porque eu já não te quero mais, estou em outra, ele se chama futuro!
    Minhas lágrimas ficarão marcadas no coração, quem se foi está guardado aqui, onde deve estar!! Aqueles anseios que eu tinha, foram passageiros, pois hoje vejo que eram somente caprichos.Meu sonhos, estão todos se realizando e eu não tenho porque ficar presa à você. Minha vida está repleta de amor, de carinho, de risos e muita paz, mesmo que vc passado, tenha me deixado algumas amarguras que não quero agora lembrar...
    Obrigada por ter me feito a mulher que eu sou, por ter me mostrado que eu posso tudo que eu quiser, que não devo temer o futuro, pq ele tem sido melhor de tudo que já provei.Me despeço de tudo que ficou com você, amores, "amigos", inimigos, lágrimas, dor. Ficarão comigo, somente aquilo e aqueles que hj se encontram em minha vida, que eu amo e me importo, minha família e amigos. ADEUS definitivamente!"

domingo, 1 de dezembro de 2013

Fiz as pazes com meu TSH , agora é ser feliz!

Olá amigos!!!

      Voltei e com boas notícias pra vocês e claro com a mesma fé de sempre! A cada dia com mais amigos que curtem o meu blog e isso me deixa muito feliz! Da última vez que postei aqui, falei sobre o T3 que o meu endocrino havia receitado pra mim... Gente, foi um milagre! Em poucos dias me senti melhor, pois vivia cansada, com sono e pra ajudar constipada, aff! E foi só começar a tomar o tal remédio que fiquei normal, sem sono, sem cansaço, sem nada, outra pessoa, na verdade como eu era antigamente, antes de descobrir a doença.

    Meu tsh diminui bastante quando comecei a tomar o T3 associado ao Synthroid, pois ele estava em 30,0mUl e passou a 2,0mUl.  Com isso, fiquei tão feliz e aliviada por não sofrer mais, por não ficar naquela expectativa de voltar ao médico toda a vez e perceber que as coisas não estavam bem.Meu médico acertou e confesso que eu já estava pensando em trocar de profissional, porque estava desesperançosa de encontrar uma solução com ele.

    Hoje eu tomo os dois pela manhã (Synthroid e T3) e me sinto ótima, já virou hábito eu acordar e tomar eles antes de sair de casa (pois eu sou um desastre para tomar remédios) quando chego no centro para trabalhar, a meia hora necessária já passou, e tomo café na lancheria no caminho do trabalho.

    Minha cicatriz então?Nem tenho mais, pra eu saber onde ela está tenho que procurar muito, na frente do espelho.Ficou perfeita!! E esse ano quero pegar sol, praia, tudo que me privei ano passado por causa da cirurgia, mas ainda quero emagrecer pra isso, perder a barriga na verdade, não estou me sentindo bem com essa saliência,hahahaha!!

    O que não melhorou ainda, foi a minha libido e nem sei se irá melhorar, mas tenho fé em DEUS que isso também vai passar... Acho que preciso fazer as pazes comigo mesma, me amar mais, entrar numa dieta, ficar gostosona e não gordinha.Não que eu tenha preconceito com pessoas gordinhas, mas no meu caso, só quero voltar a ter o corpo que eu tinha antes...Mas fora isso, melhorei em muitos pontos, meus cabelos pararam de cair, minhas unhas continuam quebradiças, mas não tanto como antes, meu intestino está funcionando melhor, minha memória perfeita, minha irritabilidade passou, tenho sono, mas normal, não me sinto cansada, mas elétrica, acho que porque o tsh está um pouco baixo demais...

    Bem, na última consulta que tive com meu médico, ele disse que meu tsh estava um pouco baixo, mas que eu podia continuar com a dose de Synthroid de 200mcg,  ou então poderia reduzir para 175mcg e continuar com o T3.Eu esperei terminar a caixinha de 200mcg e agora já estou tomando a de 175mcg.Em março voltarei ao meu médico, com novo exame de tsh e alguns outros que solicitei à ele para ver se eu tenho diabetes, porque meu pai tem, e tenho medo de herdar essa doença e não poder mais comer doce, uma coisa que eu amooo!

    Amanhã, dia 2/12, vou ver meu ginecologista, levar alguns exames e ver o que ele me diz sobre meu tumor no ovário, se terei que operar ou não.Na verdade eu quero, pq acho que um pouco do volume da minha barriga seja por causa disso, pq ele mede 10cm, um pouco grande não é? E para evitar futuros problemas mais graves... Então é isso galera, eu estou bem, cada vez melhor, ainda tenho coisas a melhorar, mas acho que agora só dependem de mim e não dos remédios.

   Desejo à todos muita força sempre, DEUS não nos dá um fardo que não possamos carregar (isso aprendi quando perdi meu irmão) sofremos tanto que achei que não suportaríamos, mas nosso coração acaba sendo consolado por ELE.E isso serve para qualquer situação ruim que tenhamos que passar na vida. O mais importante de tudo é ter saúde e as pessoas que amamos por perto, o resto se corre atrás pra conseguir!

    Eu volto aqui antes do Natal para deixar um recadinho pra vcs, que estão sempre aqui me acompanhando e passaram o ano todinho comigo.Obrigada pelos recadinhos, pelas lindas palavras deixadas aqui, isso me dá força para continuar sempre, apesar do pouco tempo que tenho.Muita fé amigos e fiquem com DEUS amigos!
  Beijos!! 

domingo, 6 de outubro de 2013

T3, meu novo aliado

Oi gente!

Fazia tempo que não dava uma passadinha no meu blog, hoje decidi tirar um tempinho para responder aos recadinhos deixados aqui e também contar mais um capítulo da minha novela!Comecei a fazer faculdade e tive duas semanas de prova de deixar qualquer um maluco, mas agora já estou mais aliviada.

Bom, mês passado(setembro), quando fui levantar para ir trabalhar passei mal, não consegui sair da cama, o sono era demais e a fraqueza também... Acabei não indo trabalhar, dormi até o meio dia e depois fui na emergência saber o que estava acontecendo comigo.Logo, nem precisava pesquisar muito pra saber que se tratava de um episódio de hipotireoidismo bem forte que me impossibilitava de fazer qualquer atividade.A médica que me atendeu não me medicou, apenas me deu três dias de atestado pra ficar em casa me recuperando desse cansaço quase que mórbido que eu sentia.Eu comentei com ela que meu TSH estava entre 40 e 60 e óbvio que era isso que estava me deixando muito mal.

Fiquei em casa nos três dias, só dormindo, o sono era avassalador e não me permitia fazer nada, chegou o sábado e domingo e segui dormindo e nada do que eu fizesse me fazia sentir melhor.Foi aí que resolvi voltar ao meu endocrino antes da consulta já agendada com ele, eu não podia ficar assim...Consegui antecipar, mas demorou um pouquinho, eu tive essa crise na primeira semana de setembro e só consegui voltar ao médico no final do mês.Aproveitei e fiz os exames que o médico já havia solicitado pra quando eu voltasse a consultar com ele.Que era o famoso nível de TSH...

Fiz o exame e uma semana depois fui ao médico, reclamei muito ao meu doutor, que eu não me sentia bem, que estava muito cansada, sonolenta e que sentia muito frio também, estava perdendo muito cabelo e minha pele estava um horror.O exame deu alto (de novo) estava com o nível desse hormônio elevado e por isso meu cansaço excessivo, e todos os sintomas que eu tinha...
Meu médico, já tinha passado um remédio manipulado para que meu corpo absorvesse melhor o Synthroid, mas eu havia piorado com ele e havia parado de tomar por conta própria, e lá se foram R$30,00 fora, não cheguei a tomar o remédio por um mês...

O dr. Astor, meu endocrino, me receitou nova dose de Synthroid e também mais um remédio manipulado que eu deveria tomar junto, também em jejum pela manhã.O chamado T3 (Triiodotironina), não entendi exatamente para que eu deveria tomar esse manipulado,  meu desespero em melhorar era tanto que eu nem perguntei ao doutor. Eu queria logo uma solução para meu sono e cansaço e demais problemas que vinha tendo, atrapalhando muito a minha vida.Estou tomando o remédio desde o dia 30 de setembro, e posso afirmar que estou me sentindo melhor, acho que agora meu médico acertou! Ele tinha me falado que não era pra eu me preocupar que acabaríamos acertando, era só questão de tempo.Assim espero doutor!Estou ansiosa para chegar em novembro e eu voltar a fazer os exames pra ver se meu TSH vai ter se normalizado.É bem triste passar por tudo isso e ver que o tempo vai passando e que as coisas parecem mudar tão lentamente, mas é assim mesmo, é necessário ter paciência, enquanto isso sofremos, mas faz parte!Que graça teria a vida se não tivéssemos obstáculos pra vencermos!

Desejo à todos os meu amigos do blog, que tenhamos força pra enfrentar todos esse problemas relacionados à tireóide. Não é nada fácil, só quem passa por isso sabe como é chato ter tantos sintomas e querer ter uma vida normal e isso não depender só da gente.Beijão e tenham todos muita saúde e fiquem com DEUS!





sexta-feira, 6 de setembro de 2013

TSH Alto :(

Oi gente!

     Estou passando aqui pra contar, que mesmo depois da cirurgia e da iodoterapia feitos, ainda continuo lutando contra meus problemas relacionados à tireóide. Nessa semana fiquei três dias em casa, pois na última quarta-feira, dia 4/09, passei mal logo ao acordar.Foi uma sensação horrível, tive tonturas, náuseas e uma fraqueza absurda, que nem consegui levantar da cama, e de forma súbita veio uma dor de cabeça daquelas!Já havia sentido isso antes, mas depois de 15 minutos havia passado.E dessa vez foi diferente, foi mais forte...
     Bem, eu não fui trabalhar, nem tinha como, eu já vinha me sentindo fraca a pelo menos uma semana, mas achava que seria algo passageiro e que não iria mudar em nada minha rotina.Mas achei errado, naquela manhã, eu fiquei deitada esperando a fraqueza passar, fiquei até umas 11 horas na cama, levantei, tomei banho, me arrumei e fui para o pronto atendimento do meu plano de saúde.E após esperar por 2 horas, fui atendida.Relatei à doutora que me atendeu, todos os sintomas que eu havia sentido, mas principalmente a fraqueza que estava estampada na minha cara e era o que mais me impedia de fazer qualquer coisa.Expliquei à médica que meu TSH está alto, mesmo aumentando o hormônio da tireóide e que eu também havia trocado de médico, e que  estava me adaptando ao método do meu novo endocrino, que achou melhor não aumentar mais a dose, mas me receitou um medicamento manipulado para ajudar na absorção do synthroid.
     Como meus sintomas eram parecidos com os da labirintite e eu havia feito exames e foi constatado que não sofro desse mal, a doutora realmente percebeu que meu caso era devido ao TSH alto e que eu deveria descansar até o final da semana, por isso me deu uma atestado de 3 dias.Claro que a turma de onde trabalho não deve ter ficado satisfeita, mas penso que em primeiro lugar vem minha saúde e eles não estão na minha pele pra saber como é ruim sentir tudo isso e ainda ter que levantar todo dia para trabalhar.
    Enfim, estou engordando, perdendo cabelos, irritada, pele seca e unhas fracas, sonolência, frio fora do comum, esquecimento e sentimentos depressivos (impossível  não tê-los às vezes), enfim, tudo isso me tira o sossego, só queria levar uma vida mais normal, sem ter que tomar todo dia os remédios e nem me preocupar com o TSH alto e nem me sentir tão chata às vezes com meus problemas de saúde.Mas a vida é assim mesmo, espero que ano que vem seja melhor pra mim e para todos que como eu, se sentem chateados às vezes, por tantos obstáculos a serem vencidos.Podemos nos considerar com sorte porque há doenças piores, nas quais o risco de vida é constante.Já no nosso caso, só falta encontrar a dose correta, o ajuste perfeito!

Vamos levantar as mãos para o céu e agradecer à DEUS!Beijos e saúde à todos!



domingo, 25 de agosto de 2013

Meu TSH e eu

Olá amigos e amigas!

   Depois de um tempo off, porque a correria está forte na minha vida, estou aqui para contar como estão sendo as consultas com meu novo doutor endocrinologista... Bem, eu tive que trocar de médico porque a doutora com quem eu me tratava estava demorando para acertar na minha dose e também ela não atende mais pelo meu plano de saúde.
   Meu novo médico já é um senhor, talvez tenha quase 60 anos, ainda preenche as fichas de consulta à mão e isso me deixou um pouco insegura no início, mas acho que talvez ele tenha mais experiência para encontrar a resposta de meu TSH estar "lá nas alturas" ainda.A última consulta com ele foi nesse mês de agosto, acho que foi no dia 14 e voltei lá com os exames que ele pediu, que eram o de tireoglobulina e o TSH.O primeiro exame deu negativo e ele disse que isso é bom, já o segundo não foi tão bom assim, pois meu TSH está altíssimo ainda, mas se comparado quando estava fazendo a dieta para a iodoterapia até que não é nada!!E já que meu médico tinha aumentado na consulta anterior a minha dose de hormônio, dessa vez ele achou melhor permanecer com a mesma dose e verificar pq meu TSH ainda é alto.Para isso, ele me receitou um medicamento manipulado, pois ele desconfia que meu organismo não esteja absorvendo corretamente o sinthroyd. 
    O medicamento que ele receitou contém na fórmula, L-tirosina e Selênio.Já mandei manipular porém ainda não comecei a tomar, mas não vejo a hora de pegar esse remedinho e ver no que vai dar, estou esperançosa e talvez eu até emagreça com ele.
    Eu tenho demorado para responder aos recadinhos, mas é que agora  além de trabalhar estou fazendo faculdade e aos sábados faço um curso, então sobra só o domingo para estudar e fazer alguma limpeza básica em casa.Meu marido me ajuda muito, mas nada como uma mulher pra deixar a casa brilhando!!Logo, logo voltarei para falar dos resultados do meu medicamento manipulado e desejo à todos uma ótima semana e até breve!


Fiquem com DEUS!!Saúde à todos!

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Buscando a dose certa...

Oi gente, td certinho?

    Bom, voltei aqui pra contar que resolvi trocar de endocrino, pois sinto que a dose que eu estou tomando de hormônio não está sendo o suficiente.Tenho me sentindo gorda, cansada, com muito sono, enfim, devagar quase parando mesmo!E toda vez que vou à minha médica não sinto nada melhorar, as coisas se adiando sempre para a próxima consulta, quero acertar logo a dose do hormônio e voltar a me sentir bem.
    Agendei consulta com um médico que minha colega de trabalho indicou e hoje fui consultá-lo.Levei todos os meus exames desde o início do meu problema com a tireóide e os últimos exames de sangue realizados na semana passada o qual o meu TSH estava em 37,46 uUI/ml. E segundo meu médico novo, o doutor Astor, isso não é bom. Mostrei meu exames antes da iodoterapia e ele se assustou com o  nível de TSH em que eu me encontrava durante a dieta, que era de 305,64 uU/ml. Por isso me sentia péssima!!! Ele receitou nova dose de synthroid (175mcg) e pediu que eu volte lá com exames de TSH e tireoglobulina para ver se o nível de  hormônio se normaliza daqui a um mês.
       O pior de tudo é ficar nessa de acertar a dose no meu organismo, é um saco! Não culpo a minha médica por nada, mas consultar com ela está se tornando cada vez mais difícil.Ter que esperar tanto tempo por uma consulta em que vc entra no consultório e vê seu problema ser adiado para mais dois ou três meses até conseguir nova consulta para levar os exames requisitados.Com isso, vou aumentar a dose de synthroid e ver no que dá. Mesmo assim vou voltar com exames em agosto para minha médica e ela vai perceber que aumentei a dose e vou alegar que foi por conta, só pra ver o que ela me diz.Com certeza meu TSH terá chegado mais perto do normal.O doutor Astor falou que talvez eu me sinta inchada, mas isso eu já tenho sentido mesmo!!
    Quero tanto que tudo volte ao normal, mas às vezes me pergunto se isso será possível um dia, pareço tão distante dessa realidade. Mas acredito muito em DEUS e sei que uma hora vai dar certo, afinal sempre dá. Entrego minha vida nas mãos DELE,  que sempre dá um jeitinho de me ajudar! Não há o que temer e´só confiar. Nós, seres humanos, sempre estamos querendo tudo pra ontem!!! 


Paciência é a palavra chave!!E nem adianta fazermos cara feia!Hahahahaha!

                                      

                                  Beijos e fiquem com DEUS!
    

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Eu venci a tireoidectomia e a iodoterapia. Agora é sorrir!

Olá meus amigos e amigas!

Bom tê-los aqui no meu blog, fico muito feliz em receber todos os recadinhos e apesar de demorar para respondê-los, eu faço com muito carinho sempre!Voltei para contar à vocês como estou hoje, após quase 7 meses de cirurgia e 2 meses de iodoterapia. Estou me sentindo ótima, fora algumas tonturas, que já estou pesquisando pra ver se é labirintite ou algo que necessite de mais atenção. Minha cicatriz já está quase invisível, meu sono e cansaço estão indo embora aos poucos e meu ânimo está voltando, felizmente!!Acho que agora meu hormônio está na medida certa, tomo Syntroid 138mg.

A cada dia que passa estou melhor e sinto que não passei nada com o câncer de tireóide, foi como tirar um dente que incomoda.Só de não precisar fazer quimioterapia ou radioterapia, como nos outros tipos de câncer já devo me sentir abençoada.Não devemos reclamar da vida, ou lamentar pelas coisas que nos acontecem, pois até mesmo numa doença ou na perda de alguém, aprendemos algo, crescemos como seres humanos, evoluímos.Falo isso, porque eu senti na pele a perda de um irmão assassinado e o carcinoma descoberto ano passado.Saí mais fortalecida e com a certeza que DEUS só queria me ensinar algo que eu insistia em não aprender.Cada um tem a lição que merece, a doença pode ser a mesma, mas o aprendizado pode ser diferente de pessoa para pessoa.

Esse mês têm sido pesado para nós (meu marido e eu), batemos o carro, depois a moto estragou (a minha e a dele também), depois o gás do carro parou de funcionar e agora só chove e meu marido não consegue trabalhar e se não trabalha não recebe, ele é autônomo... Estamos passando por uma fase ruinzinha.Mas penso assim: " _Que graça teria se tudo fosse fácil e desse certo sempre em nossas vidas?"

Meu pai disse uma vez, quando ele bateu o carro: "_Filha, lata se conserta, a vida de uma pessoa não tem volta". E toda vez que algo de  ruim acontece ou algo se estraga aqui em casa, lembro dessa frase do meu pai e que me dá forças para continuar a lutar e a não desanimar.

Bom gente, a mensagem que eu gostaria de passar à todos que por aqui passam, é que não desanimem nunca.Deus sabe exatamente das nossas angústias, medos, necessidades e nos mostra que somente pela fé é possível seguir em frente e vencer!!Eu sou a prova disso!Obrigada pelo carinho!


Beijos!!



segunda-feira, 10 de junho de 2013

E a vida segue!!!

Olá amigos!!

Bom estar de volta, com todo o gás (o synthroid está me mantendo em pé) felizmente! Sete meses depois da minha tireoidectomia me sinto melhor, com menos sono, menos cansaço, menos preocupações, menos exames e menos consultas!!Que bom, né?

Tenho me sentindo super bem, até meu emocional melhorou, parece que tirei um peso das costas após a cirurgia, afinal a doença foi embora e agora é só me cuidar!

Eu fico feliz em não estar mais doente e penso que agora meu blog irá precisar de mais e mais visitas. Vou precisar que meu amigos que aqui me visitam, falem sobre suas experiências, já que as minhas histórias estão mais escassas, hehehehe!!

Em breve (em agosto), devo voltar ao meu endocrino, para levar alguns exames, aqueles de rotina.O que me chateia ainda, é ter que tomar todo dia o hormônio pela manhã, se fosse anticoncepcional eu já estaria grávida porque esqueço num dia, no outro eu tomo, é uma coisa de louco!

Estou tão feliz pelas mensagens aqui recebidas e sinto que tenho ajudado muitas pessoas e isso é muito bom.Pois quando eu descobri que tinha câncer fiquei tão desesperada que procurei tudo o que podia na internet, mas raramente achava algo completo sobre o assunto.E acho que aqui eu tenho tentado explicar tudo direitinho pra quem procura por informação...


Bom gente, hoje vou ser breve, aproveitar que estou cheia de energia e deixar um pouco o computador de lado pra ficar com o maridão!Beijos e fiquem com DEUS!

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Resultado da PCI: "Acabou o pesadelo"!

  Olá amigos, quanto tempo hein?!! Estive sumida, pois andei tão cansada que não tinha ânimo pra nada!! Agora me sinto melhor... E hoje vou falar do resultado da minha PCI ou cintilografia de corpo total com radioiodo, enfim, essa fase pós-iodoterapia.

   Minha PCI foi no inicio de abril, no dia 09, mas só pude levar agora (dia 06 de maio) para minha médica. Isso porque  procurei as atendentes da clínica e quase implorei para que  elas falassem com a doutora à meu respeito. Consultar pela Unimed está cada vez mais difícil!! Se eu esperasse, só ia consultar com a minha endocrino lá para o final de junho!Aff!! Eu estava ansiosa, não podia esperar tanto tempo assim.

   Eu não sou médica, mas quando fui pegar o resultado da minha PCI sabia que tinha dado tudo certo, que não precisaria me preocupar, mas só queria mesmo a confirmação de um profissional.

Bem, vamos ao resultado:
PCI: "Status" pós-radiodoterapia, com tireoidectomia total prévia, não evidenciando concentração cervical anterior significativa do radioiodo.
Baixa probabilidade de tecido iodocaptante anômalo."

No dia da consulta, fui atendida rapidamente pela médica. Não gosto de consultas assim, acho que ninguém gosta, mas no meu caso eu era um "encaixe", por isso, não quis abusar! E como eu esperava, a médica viu meus exames, primeiro o da PCI e depois os demais exames de sangue que fiz antes da iodo.

    Os exames eram pra ver os níveis de TSH, cálcio, tireoglobulina e paratormonio... Não sei exatamente para o que servem, mas minha médica disse que estava tudo ok. E ficou impressionada com o meu nível de TSH  enquanto fazia a dieta pré-iodoterapia. O nível estava em 305,64,  sendo que o normal era de até 4,78 uUI/ml. 
Lembro dela falando assim pra mim: 
  "_Nossa vc deve ter ficado muito mal, estava em hipo é muito dificil de suportar com o nível de TSH que você estava..."  E fiquei mesmo! Nunca mais quero passar por isso!

 E naquela tarde tão ensolarada, eu recebi a boa notícia:

 "_Você está livre do câncer que tinha, não há metástase e agora é só fazer os exames de rotina por 5 anos."

 Jamais vou me esquecer desse dia, porque toda vez que se entra no consultório, quando se está com um problema de saúde, é um alívio ouvir algo do tipo.A doutora falou que eu devo voltar em agosto, com os exames de TSH, T4 livre e de vitaminha D, já solicitados por ela,  e disse que farei um ultrassom daqui a seis meses.

   Depois disso,  cheguei em casa e meu marido já me esperava, com uma sopinha, e antes mesmo da janta ficar pronta, abrimos uma garrafa de vinho para comemoramos a vitória, mesmo que a dúvida ainda persista, que só o tempo mesmo possa mostrar o desfecho dessa história.Creio que não há com que se preocupar, quando se tem DEUS no coração!

   É isso gente! Eu estou bem, ainda estou acima do peso, mas tenho esperança que vou voltar ao meu peso ideal, que meu ânimo vai melhorar, que minhas palpitações irão passar e que minha vida vai entrar no eixo novamente. Posso dizer que passei momentos horríveis, chorei, fiz meus pais chorarem, me desesperei, mas procurei a ajuda divina e busquei a fé que eu sabia que tinha, mas que estava adormecida dentro de mim.E posso dizer que venci uma batalha, mas a luta continua pelo menos por mais 5 anos.
                       
                 E que venham os obstáculos, eu adoro vencê-los!!










sábado, 13 de abril de 2013

Minha primeira PCI

Olá amigos!

    Estou aqui, mais uma vez, contando minhas vivências após a tireoidectomia total e a iodoterapia.Venho contar como foi a PCI e realmente espero que não riam de mim, pois passei muito mal, vejam porque.
    
     Depois da minha recuperação da iodoterapia, em que fiquei 7 dias em casa e só saí mesmo para fazer a PCI (pesquisa de corpo inteiro). Saí de casa na terça feira, bem cedinho, às 7:30h já estava lá na Bionuclear. Chegando na clínica subi direto para a sala de espera e nem demorei a ser chamada, a enfermeira pediu que eu esvaziasse a bexiga e me dirigisse para a sala onde estava o aparelho que faria o exame. Deitei na máquina, tinha um travesseiro e a enfermeira me cobriu com um edredon pois a sala estava muito fria e põe fria nisso! Minhas mãos foram presas junto ao corpo, por uma faixa para que eu não me cansasse de segurar os braços já que o exame iria demorar uma hora mais ou menos. A máquina  foi ligada e lentamente girou pelo meu corpo todo, não senti nada e fiquei sozinha na sala enquanto em outro lugar as enfermeiras me observavam, não sei se esse exame causa alguma radioatividade, mas acho que não. Após uma hora, o exame havia terminado, não consegui nem cochilar porque estava um pouco nervosa, não sabia se seria somente deitar ali e esperar ou se teria outro processo a seguir.

     Ao terminar o exame, fui liberada e solicitaram que eu retornasse no dia seguinte (que seria na quarta-feira) para repetir a parte do abdomem já que meu intestino estava muito cheio e deveria esvaziá-lo. Isso mesmo, estava cheio de "m" e eu deveria tomar laxante. Nas instruções que a clínica me entregou após a iodoterapia, haviam instruções também para a PCI, mas a única coisa importante que dizia era que eu tomasse laxante se necessário, mas não tomei, achei que estava tudo certo! Bom, chegando em casa após a PCI, meu último dia de folga, no dia seguinte deveria trabalhar, tomei dois comprimidos de laxante, mais precisamente o lacto-purga e quando chegou a noite, nem cócegas eu sentia.Comecei a me apavorar, eu tinha que refazer o exame no dia seguinte e nada de evacuar!! Foi então, que decidi tomar mais três comprimidos antes de deitar pra não correr o risco de não evacuar. Gente do céu, quase morri! Senti muitas cólicas, não conseguia ficar deitada, passei a noite no trono, nem dormi, mas era só dor mesmo, não fazia nada!! Quando chegou de manhã, eu estava deitada mas  não via a hora de levantar para aquele tormento acabar já que não havia dormido nada de tanta cólica intestinal que senti e pra ajudar estava naqueles dias. Então, pensem numa dor, eu já não sabia mais o o motivo das terríveis dores, se era da menstruação ou se era do laxante !

      Já de manhã, somente antes de sair de casa, meu intestino resolveu liberar alguma coisa e eu achei que não ia dar certo, eu achava que mais uma vez teria que repetir o exame e aquilo foi me deixando mais nervosa ainda. Para ajudar, o dia amanheceu caindo água, muita chuva, parecia que o mundo ia acabar. Resolvi então, ir de ônibus, já que sempre vou de biz trabalhar, mas como eu tinha que ir na clínica antes, resolvi tentar chegar apresentável mesmo com tanta chuva e não de capa de chuva e botas... Dentro do ônibus, eu ia em pé, estava lotadooo e eu com medo de ter uma dor de barriga daquelas e não ter como segurar, já que toda vez que eu sentia dores, tinha que correr no banheiro pra não fazer na roupa. Mas DEUS é pai, não senti nada, nem enjoo, como sempre tenho ao andar de ônibus. Um banco vagou e todo mundo querendo sentar eu nem quis olhar para ele, com medo de sentir cólica sentada. Mesmo assim uma senhora ofereceu o banco pra mim, fico me perguntando se ela viu minha cara de sofrimento e as olheiras de uma noite não dormida.

      Após o exame lá na clínica,  segunda a enfermeira, o mesmo seria feito em 10 minutos, mas pra mim parece ter sido uma eternidade, pois tinha medo de sentir dor de barriga e não poder correr dali, foi tenso! Após o exame, a enfermeira veio me dizer que agora sim,  o meu intestino estava mais visível, ou seja, sem fezes. Que vergonha!! Pedi que o laudo fosse entregue até quinta-feira pela manhã, pois tinha consulta com minha endocrino no mesmo dia à tarde e deveria levar o laudo junto com alguns exames que ela havia solicitado antes da iodo. Se eu não tivesse esses exames em mãos, de nada adiantaria consultar. Nessa mesma consulta também seria novamente acertada minha dose de synthroid, já que estava sem tomar desde o inicio do mês de março, ou seja, mais de trinta dias sem o bendito, eu havia resolvido não tomar até falar com ela... Mas o pior de tudo ainda estava por vir. Como eu trabalho de recepcionista, toda vez que preciso comer algo, ou ir ao banheiro, chamo uma telefonista pra ficar no meu lugar, a recepção não pode ficar sem ninguém. E para ajudar, tive inúmeras diarréias na minha volta, que me deixaram quase sem condições de permanecer trabalhando naquela quarta-feira chuvosa, eu não saía do banheiro. As minhas colegas não acreditavam na dose de laxante que eu havia tomado e davam risada de mim e da situação. Acho que pela manhã fui umas 15 vezes ao banheiro e todas elas de maneira desesperadora. À tarde não foi diferente, não aguentava mais, não via a hora daquele dia acabar de uma vez! Resumindo,  tive muita diarréia, acompanhada de fortes dores e tudo que eu comia entrava de um lado e saía do outro!

    Gente que coisa horrível! Nunca pensei estar postando algo assim no meu blog.Mas fica a dica pra quem for fazer a PCI, tome laxante, mas não cinco de uma vez só, como eu fiz. E pra matar a curiosidade de quem quer saber o final dessa história, fiquei dois dias tendo diarréias, que nem tinha mais o que sair, achei que iria parar na emergência, por desidratação. Perdi muito líquido,hehehe! Ah,  perdi também a consulta que eu tinha com a minha endocrino, porque o laudo não ficou pronto a tempo. Agora só consegui marcar consulta para junho, vou ver se consigo uma brecha só pra mostrar os exames à ela. O resultado da PCI leva até 4 dias para ficar pronto, ou seja, semana que vem já pego e estou ansiosa para levá-lo para a minha médica.

Bem, fiz a tireoidectomia, a dieta, o iodo e a PCI. O que será que vem agora? Espero que eu possa dar boas notícias à quem me acompanha.  Beijos e fiquem com DEUS!




  

sábado, 6 de abril de 2013

Sem medo da Iodoterapia

Olá amigos!

     Cinco dias após a iodoterapia, venho aqui contar pra vocês como foi fazer esse tratamento.Bom, eu fui internada na clínica Bionuclear no dia 02 de abril, às 14hs que fica em Florianópolis.Meu marido me acompanhou e eu estava muito ansiosa. Ao me chamarem dei um beijo nele e acompanhei a enfermeira até o quarto o qual eu ficaria até o dia seguinte.Chegando, avistei minha companheira de quarto, uma senhora de mais ou menos 50 anos e muito falante, chamada Vera, natural de Lages e se quiserem que eu conte a vida dela aqui, saberei todos os detalhes, pois ela me deixou zonza em dois dias que estivemos juntas de tanto que ela falava!!!E o pior, não deixava eu falar nada, isso que também sou de falar. Ela nem respirava pra falar, com medo de que eu falasse algo, kkkkkkk!!

      Bom, após a enfermeira nos mostrar as luvas que deveríamos usar toda vez que fôssemos tocar em algo e também explicar como seriam nossas refeições e a utilização do quarto, das placas de chumbo e do tempo que levaria pra que nós comessemos, ela foi embora.Após isso o médico, veio trazer o iodoradioativo, dentro de uma mesa ou cápsula de chumbo onde estava o iodo da Vera e o meu também.Ela tomaria 100 e eu 150mci.Ela foi a primeira a tomar. O médico  vestia um colete e uma coleira de jumbo, abriu o compartimento e com uma garrafa d'água solicitou que  sugassemos o liquido pelo canudo cuidando para não nos afogar.Após isso, foi a  minha vez, tive mais medo de me afogar do que com o gosto do iodo, que era o mesmo da água.Sem gosto nenhum!Ainda bem, não suportaria tomar um negócio desses e ainda com um gosto ruim.Lembro que, junto do físico da clínica, estava uma estudante de radiologia, observando o processo atrás da placa de chumbo.E depois disso, o médico pediu para que nos afastassemos dele, enconstando quase que num armário na parede e ele assim, mediu nossa radioatividade com uma aparelho.E logo foi embora.

    Uma hora depois, a Vera falando pelos cotovelos, veio o suco de limão para que fizéssemos gargarejo afim de evitar a inflamação das glândulas salivares.Feito isso, fomos liberadas para comer. Eu estava com muita fome, acho que nunca comi com tanta vontade, pois até então estava na dieta sem iodo e fui privada de comer muitas coisas. Depois do lanche, devíamos começar a tomar muita água, tinha um frigobar no quarto, que só tinha água ou água de coco e em cima dele mais água, devia ter umas 100 garrafas...Eu comecei, assim que possível, a tomar água.Eu não gosto muito, não tenho hábito, mas fui obrigada por conta da eliminação do iodo pela urina.Sem falar que depois de tomar o iodo eu não poderia me aproximar da minha parceira de quarto para não nos contaminar com o iodo uma da outra.

    Enquanto eu tomava água, a Vera (minha companheira de quarto) não parava de falar e eu já começava a ir ao banheiro e fui muitassss vezes e toda vez trocava as luvas, dava muitas descargas no vaso sanitário para que não houvesse uma nova contaminação.E foi assim até a noite.Não pude assistir nenhuma novela da Globo, porque aVera não fechava a boca.Mas quando chegou a minha novela preferida (Salve Jorge)eu parei de dar atenção à ela e logo se tocou que eu queria era assistir tv.O telefone não parava de tocar também, sempre pra Vera, e toda vez eu tinha que avisá-la que o telefone estava tocando pois estava sem o aparelho de audição e quase não ouvia.Sem falar que quando eu tinha oportunidade de falar ela não me ouvia direito e tinha que repetir mais de uma vez o que eu queria dizer, afff, foi um sacooo!!

     Chegou a noite e fomos dormir, eu acordei exatamente às 3 horas da manhã, com muito enjoo, tive que chamar o enfermeiro pelo telefone e pedir um remedio para aquele mal estar passar logo.Coloquei um remedio debaixo da lingua e tentei dormir novamente, mas que remedinho ruim de tão amargo, mas pelo menos o enjoo passou logo.De manhã, acordei cedo, pois na verdade nem tinha dormido e fui escovar os dentes, foi quando eu me olhei no espelho e vi meu rosto inchado e doloridos.Mais precisamente na região abaixo das orelhas.Eram as glândulas salivares respondendo ao iodo...Aquilo me assustou, mas o enfermeiro afirmou que era normal.

     Tomamos café, mais tarde almoçamos.E toda vez que alguém trazia algo deixava em uma mesa de mármore a qual uma placa de chumbo dividia o quarto, protegendo as pessoas que entravam pela porta para nos deixar algo.Ao passar do dia, seguimos tomando água e a Vera já não era mais legal, tinha se tornado uma tortura pra mim e para os meus ouvidos.Eu já estava ficando estressada!!

   O médico apareceu no quarto depois do almoço e mediu nosso nível de radioatividade dizendo que estava baixo e que poderíamos ter alta  por volta das 14:30hs da tarde.Pediu que tomássemos banho, lavando inclusive os cabelos e descartássemos a roupa e também os calçados que usamos durante a internação.Ainda bem que levei um pijama velhinho e meu chinelo (havaianas) que não estava tão velho assim, mas fazer o quê?Tive que deixá-lo...Tomamos banho e quase uma hora depois o médico apareceu, ficamos ansiosas e até que enfim a Vera calou um pouco a matraca.Era tanta a ansiedade para ir embora.Porque por mais que lá as pessoas nos tratassem bem, queríamos ir pra casa!!

     Uma nova medição foi feita após o banho e meu médico ficou impressionado com a rapidez que minha radiação havia baixado.Já o da Vera nem tanto, mas ela também seria liberada.Meu  rosto permanecia inchado e também sentia náuseas.Mas tudo isso iria passar, disse o médico.Recebemos instruções de como agir em casa, nada muito anormal.Se quiserem eu posto aqui depois...Fomos liberadas e logo a Vera foi embora, o marido dela a aguardava no saguão da clínica.Já eu, tive que chamar um táxi, pois chovia, meu marido estava longe e mesmo assim, não poderia ir com ele, pois nosso carro só tem dois lugares e ficaria muito próxima.Isso não faria bem à ele.

     O táxi demorou a chegar, quando chegou fiz uma chantagenzinha com o motorista pedindo que aumentaria a corrida com ele, se ele passasse no meu trabalho e deixasse meu atestado (que foi de 7 dias) na recepção da Nexxera, local onde trabalho.E ele o fez. Dali fui pra casa.Cheguei em casa e me deitei no sofá, ainda estava sem o hormônio da tireóide e permanecia cansada e sonolenta.Mais tarde arrumei meu cabelo, pois só tinha lavado e não escovado... Me olhei no espelho e minha cara ainda estava péssima, inchada e sem nenhuma maquiagem.

    Hoje, sábado, dia 6 de abril, continuo enjoada, bem menos do antes, mas de vez em quando fico com náuseas. Minhas glandulas melhoraram, mas ainda sinto, não estão 100%.Devia estar tomando muita água, mas não consigo...Não posso tocar em meu marido por uma semana e não posso beijá-lo por 15 dias, isso está me matando!!!Ele tem trabalhado bastante e eu fico à vontade em casa, mas sem sair.Terça-feira que vem, dia 9 estarei fazendo a PCI e até lá, segundo minha endocrino, só devo tomar o Synhroid depois desse exame.Falei com ela por e-mail...E também na próxima semana tenho consulta com ela, quero ver se consigo levar o laudo da PCI.

Bom gente, é isso!Já estou cansada, escrevi muito e não quero ser chata, mas queria mesmo era detalhar esse tratamento pra quem ainda vai fazer e tem dúvidas.Espero ter ajudado.

Beijos e DEUS os abençõe!!












sexta-feira, 29 de março de 2013

Que venha a iodoterapia.

Vinte e oito dias sem Synthroid!! Confesso que pensei que estaria bem pior, se é que isso é possível!EStou me sentindo péssima, sem força pra nada, um sono avassalador que cheguei a dormir sentada.Em outros momentos isso não seria possível...Cheguei ao ponto de pedir a chave do carro a um colega de trabalho pra eu poder dormir dentro dele enquanto estava no intervalo (de duas horas) durante o almoço.E acreditem, consegui até roncar!!Hahahahaha!

Meu marido está sendo um anjo e muitas colegas no trabalho me apoiando, dando incentivos e me lembrando a todo momento que isso vai acabar logo.Mas ainda tem um aniversário para ir nesse findi, o que promete muito sacrifício da minha parte, pois não poderei comer bolo, nem salgadinhos, nem docinhos e muito menos regrigerantes!Fora isso, a páscoa daqui a dois dias...Aiiii!!!

O melhor de tudo é pensar que pelo menos estou conseguindo reeducar meu organismo, comendo coisas naturais e menos porcarias.Pensei em viajar, ir para minha cidade (Alegrete-RS), onde moram meus pais, mas não conseguiria chegar "inteira" no estado em que estou, viajar mais de mil quilômetros agora não teria como, espero que meus pais me entendam quanto à isso.

Bom, dia dois de abril me interno na clínica Bionuclear pra fazer a iodoterapia e saio na quarta (eu acho). E confesso que estou fazendo chantagem emocional com o meu marido e avisando que por uns dias ele não poderá me fazer carinho, assim ganho tudo agora, hahahaha!

Nessa semana minha nutricionista me ligou, dando os últimos detalhes de como será minha internação, disse que devo levar roupas íntimas, meus exames (a biópsia), devo estar de jejum por duas horas, informar um dia antes o nível do meu TSH e não poderei levar celular, nem notebook. Então, estarei sem comunicação com quem se interessa em saber como estarei e como será a iodo.Mas, assim que eu sair da clínica e se estiver me sentindo bem, postarei os detalhes desse tratamento.

Beijos pra quem torce por mim e fiquem com DEUS!!


sábado, 16 de março de 2013

O que houve entre nós?

      Não sei o que se passa na tua cabeça e isso me deixa desnortedada!Seu amor por mim sempre foi tão grande, agora parece que tanto faz... Sei que não é isso, mas gostaria de entender.Tente ser claro, tente ser verdadeiro e não me esconda nada.

      Eu quero tuas palavras pra me consolar, teus abraços, teu coração em paz. Estou preocupada, triste e magoada pela tua falta de emoção.Esperava mais de ti, mas talvez não possa mais ser assim.Te amo tanto e sempre te amarei, mas seja sincero comigo e me diga o que foi que houve entre nós.Nossa relação de pai e filha esfriou e eu nunca quis isso...Não  te quero nos bastidores e sim no palco da minha vida.

      As pessoas são insubstituíveis e você não é exceção!Pai me conta o que houve entre nós, o que se perdeu, porque não reage ao meu amor? Porque me sinto tão sozinha sem ti? Talvez eu tenha te magoadao, mas essa nunca foi a intenção.Me perdoa se não te dei o orgulho que merecia e me deixa ser tua filha até quando eu puder!

       O mundo não tem importância quando estou ao teu lado e agora o mundo é só o que tenho. Eu não quero isso... Volta pra mim, tua alma, teu amor incondicional.Ainda preciso de ti, eu cresci, mas sou totalmente dependente, do teu amor, da tua opinião, da tua força e das tuas palavras de aconchego. A vida é difícil pra mim, preciso que participe dela comigo! Te amo. 

terça-feira, 12 de março de 2013

Sobrevivendo sem tireóide e sem hormônio à 10 dias

     E cá estou, mais uma vez pra falar da novela que tem sido minha vida, depois da descoberta do carcinoma na tireóide.Estou me preparando para a iodoterapia, ainda não comecei a dieta, mas já parei de tomar o hormônio (Synthroid) e é aí que mora o problema... Faz 10 dias que não estou tomando mais o hormônio da tireóide, ainda me sinto bem, tenho picos de sono incontroláveis, mas continuo disposta e esperançosa em emagrecer com a dieta que terei que fazer.

       Dia 18, devo começar a cortar o sal iodado e adeus aos chocolates (aii a páscoa tá chegando), refrigerantes, pizzas, balas, gomas de mascar, iogurtes, picolé. Que sofrimento!!Só de pensar que tudo isso não vai fazer parte da minha vida por duas semanas parece exagero, mas eu como muita porcaria mesmo, deve ser por isso que eu estou gordaaa! E para uma gordinha, isso é a treva! Mas acho que o pior de tudo vai ser a maquiagem, eu não costumo encher a  cara de base, pó, blush, mas um rímelzinho é tudoooo na vida de uma mulher!

      E como não bastasse, descobri um tumor no ovário e estou aqui quase arrancando os cabelos em saber que terei que fazer nova cirurgia. Mas isso eu vou falar em outro post, hehehe!


                      Quero deixar um grande abraço pra quem curte meu blog, dizer que eu estou aqui caso precisem de conversar e desejo muita saúde aos companheiros de luta contra o câncer, não só o de tireóide!!      

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

À meu pai, com muito amor!

   Pai como definir você? Seu jeito carinhoso, meigo, solidário, gentil, amoroso e acima de tudo amigo.Sinto meu coração apertar quando penso em ti, tenho saudades de ser criança e me sentir protegida nos teus braços e hoje já não posso mais ser tão dependente disso.

 Sabe a tua princesinha pai? Ela cresceu, mas nunca deixou de ser aquela menina que adorava seus beijos e abraços, que chorava no seu colo e que sempre soube que você era o herói da vida dela.Te tenho assim meu pai, de qualquer forma ou a qualquer distância, meu eterno amigo, minha alma gêmea, minha razão de viver, minha inspiração nessa vida.

  Minhas lembranças de você estão bem lá atrás, mas todas ainda bem vivas e guardadinhas no meu coração. Lembro das vezes que me levou para aprender a andar de bicicleta, dos gibis que eu ganhava aos fins de semana e por isso meu amor pela leitura, das bonecas lindas que eu queria e você me dava todas, das milhares de vezes que eu não quis comer e você fez aviãozinho pra mim, das vezes que me tranquei no quarto e só você conseguia me tirar de lá, das laranjas descascadas por você, algo que eu podia fazer e você sempre fez questão disso.

  "Paizinho", "godinho", "véinho"  acho que não preciso dizer que te amo, porque inúmeras vezes afirmei isso e tenho a certeza que não tem dúvidas à respeito. Hoje só tenho a te agradecer por  tua dedicação, por ter me feito uma mulher de caráter, por ter me amado tanto, sem contar esforços para isso, por ter me mostrado o caminho do bem, por me fazer acreditar que jamais seremos separados nessa ou em outra vida que for.

  A tua nequinha sente saudades, queria estar mais perto, mas as circunstâncias da vida não permitem, espero que um dia me perdoe por perder seus aniversários, dia dos pais e outras tantas datas que gostaria de estar junto de ti.Deus permita que eu possa te ver brincar com os netos, que eu possa desfrutar do teu sorriso cada vez mais, pois ele é o mais sincero que já vi. Que a saúde não te falte e se um dia papai do céu te chamar, saiba que ficarei muito triste, mas meu amor por ti vai  além dessa vida e sobre isso estamos certos.

    Pai esteja onde estiver, estarei sempre contigo e das tantas vezes que me estendeu a tua mão, te dou um beijo por todas elas, que meu abraço seja teu conforto e meu sorriso seja a certeza que fez o teu melhor.                       
                                             
                                         Te amo pra sempre!






terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

À espera da iodoterapia

    Olá queridos amigos que curtem o meu blog! Eu estava sem nenhuma idéia para postar aqui, mas resolvi falar sobre minha ansiedade de iniciar a dieta para fazer a iodoterapia...

    Bom, estamos na metade de fevereiro ainda, devo iniciar minha dieta sem iodo só no dia 18 de março, já estou pensando que vou ter que cozinhar e levar marmita para o trabalho todos os dias, já que sempre almoço em restaurante.Tenho sentido dores no peito e muitaaaa fome, engordei dois quilos e estou começando a me preocupar quanto aos quilinhos que ganhei. Estou muito anciosa e ociosa no meu trabalho (sou recepcionista) e resolvi hoje, iniciar uma dieta, cujo principal objetivo é fechar a boca mesmo, não fui à nenhum nutricionista e nem pretendo deixar de comer algo, mas me reeducar de novo, algo que já fiz uma vez e deu certo.

     Agora mesmo, estou com uma vontade tremenda de comer um arroz com feijão que já tem prontinho e são nove horas da noite, aff, que triste isso!!Vou comer uma gelatininha que é mais light pra fechar a noite e comer só amanhã.Estive com minha doutora (endocrino) na semana passada, ela aumentou meu hormônio para 137mg, disse que estou engordando mas que não tem nada a ver com meu hormônio.Será?

   Estou aqui me perguntando se vou ficar afastada do trabalho depois da iodo, penso no cansaço que talvez eu venha a sentir nos dias da dieta e também como vai ser sem usar maquiagem nenhuma, o meu humor, será que a  minha irritação vai voltar?! Sou "obrigada" a fazer um exercicio pra desestressar, não pensar tanto nisso.Meu marido estuda à noite, e eu em casa, só comendo com a busanfa no sofá.Vou fazer hidroginástica, quero começar logo!

   Acompanho sempre a comunidade do face "Luta contra as Doenças da Tireóide" e vejo que tem muita gente com medos como os meus, que vão passar por cirurgia ainda, ou farão punção ou que estão se recuperando da tireoidectomia.Mas não vejo muito falarem sobre a iodo... Então, o jeito é esperar mesmo...

                     Beijos no coração!!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Coisas pra ver e fazer ainda nessa vida...

Ir atrás de um trio elétrico em Salvador;
Escrever um livro (talvez dois);
Conhecer Fortaleza - CE;
Viajar para Buenos Aires;
Desfilar no dia do Gaúcho (20 de setembro) de prenda, em Alegrete-RS;
Viajar de moto com meu amor;
Ter um filho;
Voltar a gramado;
Mergulhar em um mar transparente;
Passar no vestibular em uma federal;
Me formar em direito;
Comer negrinho de colher(falta ter coragem);
Voltar a vestir manequim 38;
Fazer aula de hidroginástica;
Aprender inglês;
Vencer a depressão;
Ser voluntária no NENL (Núcleo Espírita Nosso Lar);
Levar meu amor para um baile bom no RS;
Comprar uma bike;
Comprar um patins(sonho de criança);
Construir uma casa com piscina;
Ir ao show do Roupa Nova (mais uma vez);
Convencer meus pais a morarem perto de mim;
Estudar letras;
Ter um sobrinho;
Fazer algum tipo de terapia;
Ver meu irmão passar na prova da OAB;
Convencer meu pai a se exercitar;
Ajudar meu marido a estudar engenharia civil;
Ter um gato e um cachorro;
Pintar meu cabelo;
Mudar de profissão e ganhar bem;
Comprar uma árvore de Natal gigante; 
Me livrar de tantos remédios;
Conhecer a Xuxa(sou uma eterna baixinha);
Rever meus amigos distantes (Josiele e Jaqueline);
Comprar uma biz nova;
Andar de jetski;
Almoçar no porcão com meu amor;
Ir pra costa da lagoa passear;
Andar de scuna;
Tirar férias ano que vem;
Vencer o câncer de vez!!

Não é nessa ordem , mas eu quero tudo "pra ontem"!! 

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Bolsa de mulher...

   A bolsa de uma mulher pode dizer muito de sua personalidade. Estava caminhando pela rua e reparando nos milhares de modelos existentes de bolsas femininas.Pequenas, grandes, discretas, envolventes, do tipo perua, madame, a colorida, a gigante e  a minúscula.

   Mas  não é exatamente nas bolsas à que me refiro, mas na personalidade de cada mulher,  que carrega seu mundo dentro dessas estimadas companheiras. Um batom diz muito do humor de uma mulher, talvez o rímel seja um sinal de que ela quer conquistar com o olhar, a base e o pó complementam seu perfeccionismo, o lápis de olho a faz sentir-se uma gata, o gloss talvez peça um beijo, a sombra para realçar ainda mais sua beleza.Um perfume para conquistar, o blush quando quer ser menina e todo e qualquer aparato que a faça sentir mulher acima de tudo!
   
   Não importa o tamanho da bolsa, talvez nem seu conteúdo, mas a alma da mulher, que com seus pertences pode dizer o que pretende, para onde vai ou como está se sentindo.Toda mulher pode ser o que quiser, pode ter o que quiser e pode mudar tudo.Afinal, nós somos MULHERES, cujas armas são nossos corações e com nossas bolsas vamos até o fim do mundo!


                                                  Beijoss
   

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Um devaneio...

      Queria que DEUS me desse um(a) filho(a), que tivesse o dom de escrever, que amasse fazer isso e que fosse um(a) excelente escritor(a)! Preferia que ele se atesse aos livros do que à bola, querendo ser um  jogador de futebol ou uma filha que quisesse ser modelo dessas de capa de revista. Eu respeito e admiro essas profissões, mas no meu ponto de vista, nada é mais lindo que escrever para as pessoas sobre o que vem do coração, algo da alma, que nos faz sonhar, sorrir, se emocionar, refletir, ir além...E de tudo isso ainda há, a riqueza de vocabulário e a cultura aquirida, algo que ninguém pode nos tirar.
      Gostaria que meu filho ou filha, pudesse expressar seus sentimentos, seus anseios, alegrias, sua prosa ou poesia pelas palavras... Somente por ela é possível conhecer o homem na sua essência.Na mídia, só o que se consegue mostrar é o status, pela mera vaidade, essa sim, um dia passa e deixa o vazio no coração do homem.

    Minha homenagem à todos os escritores e escritoras.Um deles em especial, Arnaldo Jabor!
                                 Beijoss!